Você sabe o que é Rabdomiólise?

3
3135

 

Então vamos aprender um pouco mais e zelar por nossa saúde enquanto atletas!

Rabdomio= Tecido músculo-esquelético;

Lise= Quebra, secção, desprendimento.

 

A Rabdomiólise, então, nada mais é que a quebra de músculo esquelético, com liberação do conteúdo intracelular na corrente sanguínea, devida a fatores físicos, químicos ou biológicos. Essa lise leva à liberação de componentes das células musculares na corrente sanguínea. A proteína Mioglobina, por exemplo, é lesiva aos rins e pode causar Insuficiência Renal Aguda,

O exercício físico extenuante, realizado em umidade e temperatura elevadas, com vestimentas inadequadas, também pode culminar em Rabdomiólise caso a hidratação do atleta esteja comprometida. O aumento da temperatura e da sudorese pode levar a uma diminuição dos eletrólitos que facilitaria a lesão muscular. Sendo assim, a hidratação adequada é uma das melhores maneiras de evitar/minimizar os efeitos da Rabdomiólise (Vide artigo http://www.airsoftaction.com.br/alerta-importancia-da-hidratacao-no-airsoft/ ), já que, tratando-se de Airsoft, substituir as vestimentas por algo mais fresco muito provavelmente comprometerá a segurança do atleta.

A Rabdomiólise induzida por exercício normalmente segue um curso benigno sem produção de hematina nefrotóxica, porém, em alguns casos mais graves, podem evoluir à insuficiência renal aguda e à morte.

Na última década houve vários casos desta patologia no ambiente militar, ocasionando severas baixas no efetivo. Em posse dessas informações, o Comando do Exército Brasileiro decidiu redigir a Portaria n° 129 de 11 de março de 2010, na qual determinou a implantação do “Programa de Prevenção e Controle da Rabdomiólise Induzida por Esforço Físico e pelo Calor”. A partir desse momento foram instituídas diversas ações no sentido de orientação no âmbito do EB, principalmente para os instrutores dos diversos cursos operacionais que exigem dos instruídos um aporte físico intenso, através de palestras e cartilhas. Desta forma houve maior conscientização sobre esta doença de certa forma negligenciada não somente no meio militar, como no civil.

As principais causas, no meio militar, são a desidratação, trauma muscular direto, atividades físicas extenuantes e uso irrestrito de termogênicos, com o intuito de melhorar o rendimento físico. É cada vez mais frequente a utilização destas substâncias sem a orientação adequada. Ocorre como consequência um aporte metabólico súbito pelos miócitos, levando a um gasto energético além da capacidade basal, levando ao acúmulo de líquidos intracelulares (edema), tendo como evento final o processo de lise destas células.

 

Etiologia:

  • Compressão traumática muscular:
    • Cirurgias;
    • Acidentes de trânsito/atropelamentos ou outros desastres.
  • Não traumática com esforço:
    • Excesso de atividade muscular em condições extremas de calor ou altitude;
    • Miopatias metabólicas;
    • Desregulação térmica.
  • Não traumática sem esforço:
    • Drogas (álcool em grandes dosagens, aspirina, cocaína, estatinas e drogas afins, ergogênicos, diuréticos, uso irregular de termogênicos);
    • Toxinas (agressão por animais peçonhentos);
    • Infecções (doenças virais ou bacterianas);
    • Distúrbios eletrolíticos;
    • Dieta vegetariana mal planejada;
    • Diabetes;
    • Hipotireoidismo;
    • Convulsões;
    • Queimaduras graves;
    • Entre outros.

 

Sinais, Sintomas e Manifestações Clínicas:

Mialgias, fraqueza muscular, escurecimento da urina, Insuficiência renal (aguda, inclusive), elevações assintomáticas das enzimas musculares séricas, edema muscular, rigidez muscular, cãibras, febre, mal-estar, náuseas, vômitos, coagulação intravascular disseminada.

 

Diagnóstico:

Valores aumentados no plasma sanguíneo de enzimas que normalmente existem nos músculos: Creatina quinase, Mioglobina (a qual terá papel primordial na gênese da principal complicação da Rabdomiólise, a injúria renal aguda, através da agressão direta deste pigmento nos túbulos renais, levando a um quadro de necrose tubular aguda), Lactato desidrogenase (LDH).

Urina Vermelho-Castanha (Liberação de Mioglobina através dos rins, mioglobinúria).

 

Tratamento:

Fluidos intravenosos (hidratação endovenosa), com a finalidade de aumentar a velocidade de eliminação dos eletrólitos, enzimas e outros produtos liberados pelo músculo esquelético lesionado; Diálise/hemofiltração temporária, para compensar Insuficiência Renal grave; Controle do fosfato e do potássio, a fim de evitar a instabilidade da membrana dos miócitos cardíacos, podendo levar a arritmias ventriculares fatais e consequente morte súbita.

Diuréticos e alcalinização ainda não foram comprovados cientificamente como possíveis tratamentos.

 

 

Referências:

  1. Silva, Marcos B. Ortopedia, Traumatologia e Medicina Esportiva: Desidratação, Dores Musculares e Rabdomiólise. http://www.marcosbritto.com/2011/04/dores-musculares-rabdomiolise.html Consultado em 2017-01-05.
  2. Lopes, Gustavo C. Rabdomiólise induzida pelo exercício: Biomarcadores, mecanismos fisiopatológicos e possibilidades Terapêuticas. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto 12(4). (2013-12-31)
  3. Correa, Rodrigo R. Rabdomiólise em Atividades Militares. https://academiamedica.com.br/rabdomiolise-em-atividades-militares/ Consultado em 2017-01-05.

 

3 COMENTÁRIOS

  1. Aline, matéria excelente! Muito informativa para todos que praticam atividade física, qualquer esforço no calor. Nunca tinha ouvido falar disso. Muito obrigada e parabéns pelo artigo muito bem feito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Informe o Código para Comentar *