Por que eu jogo Airsoft? – por Jonatas dos Santos

2
3551
Jonatas Santos - Fundador e administrador da equipe Comando Tático Puma Airsoft Canoas/RS
Jonatas Santos - Fundador e administrador da equipe Comando Tático Puma Airsoft Canoas/RS

Estamos empolgados com o feedback positivo que temos recebido. Hoje recebemos o relato pessoal do operador Jonatas dos Santos sobre como o Airsoft tem se tornado uma paixão cada vez mais forte.

Por que eu jogo Airsoft?

Inicialmente devemos perguntar, por que jogamos Futebol? Vôlei? Basquete? Simples, porque somos apaixonados pelo esporte, mas de onde vem essa paixão?

Para quem teve o auge da sua infância nas décadas de 80/90, vai entender do que estou falando, quem nunca brincou de polícia e ladrão, soldado, Comandos em Ação , guerra de mamonas entre outras brincadeiras, falando mais especificamente dos meninos, apesar de muitas meninas da minha época também participarem dessas brincadeiras.

Nossos heróis eram Sylvester Stallone no filme Rambo , Chuck Norris no filme Comando Delta e Arnold Schwarzenegger no filme O Predador. Nossa infância foi marcada por filmes como Platoon e Apocalipse Now, assim como para a atual geração digital, os jogos de guerra Battlefield, Call Of Duty, Medal Of Honor entre outros, lideram a lista dos gêneros favoritos sendo os mais jogados em qualquer plataforma digital.

Não esquecendo de filmes mais atuais como Falcão Negro em Perigo, Sniper Americano e O Homem mais Procurado do Mundo, todos ótimos filmes de guerra, resumindo, tanto jogos quanto filmes de guerra são, para alguns, uma paixão que não tem explicação, simplesmente acontece.

Pratiquei vários tipos de esporte durante minha vida, futebol, e aqui faço uma ressalva, nunca fui muito fã. Talvez porque eu era absurdamente ruim. O basquete durante um bom período de minha vida também foi uma paixão, além de outros, no entanto, conforme a idade foi avançando e as responsabilidades aumentando , acabei deixando de lado a prática deles, sempre com a desculpa de estar muito cansado da rotina de trabalho durante a semana e querendo descansar no sábado e domingo. BALELA! O fato é que eu não era REALMENTE apaixonado pelo esporte e sabe como eu sei disso?

Posso ter uma semana extremamente estressante no trabalho, se tiver a oportunidade, levanto de madrugada sábado ou domingo, muitas vezes os dois , só para praticar meu esporte preferido, o AIRSOFT.

Basicamente trata-se de jogos de simulação de combate, criado pelos japoneses na década de 70, onde o objetivo é cumprir determinada missão. Para isso, temos que enfrentar jogadores adversários e travar combates onde apesar de sabermos que não corremos risco de vida, a adrenalina toma conta do nosso corpo aproximando muito o jogo de um combate real.

Contusões e pequenos acidentes são inerentes da prática desse esporte, assim como de qualquer outro no entanto, as regras de segurança são seguidas à risca e muitas vezes jogadores são impedidos de jogar por não cumpri-las, bem como as regulamentações que regem a compra e utilização dos equipamentos.

É um esporte que não faz distinção de raça, credo, tipo físico ou sexo. Se você estiver acima do peso, não tem problema, a estratégia de combate lhe proporciona a chance de participar dentro das suas limitações.

O que mais me chama atenção para esse esporte é o tipo de conduta que seus praticantes têm. Salvo algumas exceções, a honestidade e a honra predominam entre os jogadores, considerando que a munição de Airsoft, chamada de BB, não deixa marca e assim sendo, o operador atingido deve se auto declarar morto em combate fazendo com que o jogo se desenrole de forma correta.

Obviamente, por uma questão que eu atribuo ser cultural, alguns brasileiros por natureza ,sempre seguem a lei de Gerson querendo levar vantagem em tudo e praticantes acabam não se declarando como morto, o que gera um certo desconforto. Contudo, de forma geral, a maioria esmagadora dos praticantes seguem um código de conduta onde a honra e a honestidade predominam e isso é o que eu mais admiro nesse esporte, o fairplay.

O companheirismo e a camaradagem são muito fortes entre os praticantes, por isso, equipes acabam se formando. Entre essas equipes, algumas bem organizadas, nos finais de semana juntam-se para praticar o esporte , rever os amigos e trocar experiências, sem falar na economia que se formou em torno do Airsoft, fazendo com que muitos jogadores tirem seu sustento da comercialização de equipamentos.

Algumas esposas ficam de nariz torcido em função dos maridos saírem no fim de semana para jogar e algumas não só apoiam como até participam jogando junto. Para aquelas que ficam de nariz torcido, dou uma sugestão, participem! Acompanhando seus maridos em algum jogo, vocês verão que é um ambiente sadio onde o objetivo maior é simplesmente praticar o esporte.

Sempre ouvimos críticas do tipo ” Vai brincar de soldadinho? Atirar com arma de Bolinha?”, entre outros comentários pejorativos, para essas pessoas digo o seguinte:

“Qual a diferença entre o praticante de Airsoft, que se equipa tudo e entra em campo com uma AEG ( Automatic Electric Gun ) réplica muito similar à uma arma real e o peladeiro de fim de semana que compra a chuteira igual a do Neymar e entra em campo achando que vai jogar a liga dos campeões da Europa?”

O Airsoft é o esporte que mais cresce no Brasil e no mundo, cada dia que passa, mais e mais pessoas se interessam pelo assunto e como dizemos no meio, acabam mordidas pelo bichinho. Muitos policiais civis , militares e integrantes das forças armadas que por atividade profissional, muitas vezes arriscam suas vidas para nos proteger, acabam praticando o esporte como forma de aliviar o estresse. Também temos profissionais liberais, mecânicos, operadores de máquina, empresários, executivos, donas de casa, vendedores e etc que aderiram à prática do Airsoft, para nos finais de semana deixarem suas profissões de lado e se tornam operadores com um único propósito, entrar em campo, cumprir sua missão ajudando seus companheiros e ainda por cima se divertir com os amigos.

Bons tiros a todos e muitas BB´s no lombo!!!!

 

Jonatas Santos - Fundador e administrador da equipe Comando Tático Puma Airsoft Canoas/RS
Jonatas dos Santos – Fundador e administrador da equipe Comando Tático Puma Airsoft Canoas/RS

Jonatas dos Santos
Administrador e Fundador da equipe
Comando Tático Puma – Airsoft Canoas RS
01- J.Santos

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Informe o Código para Comentar *