Facebook Começa a Banir Grupos de Vendas de Armas

0
5077

Em anúncio feito dia 29 de janeiro, o Facebook anunciou sua mais nova mudança em sua política de privacidade adicionando os anúncios de vendas diretas de armas a sua lista de conteúdo proibido nos Estados Unidos. Além deste conteúdo, a lista incorpora a venda direta de remédios, drogas, tabaco, munições, explosivos e produtos/serviços adultos.

Nos EUA, o Facebook Messenger está aceitando pagamentos diretos, estilo Paypal, o que ajuda em uma venda direta pela internet caso você queira vender sua aeg ou bbs diretamente a outra pessoa. O que está acontecendo na terra do Tio San é que estes tipos de transações envolvendo a venda de armas ou réplicas está sendo banido no mesmo momento. E para piorar….

“Não iremos permitir que as pessoas postem ofertas para a venda de itens regulamentados que indicam a disposição de contornar ou ajudar outros a fugir da lei” Monika Bickert, Líder da equipe de Políticas de Produtos do Facebook.

Isto é: a grande rede social começou uma caçada para banir contas e grupos dedicados a venda direta (pessoa a pessoa) destes artigos regulamentados por lei. Como os grupos de venda de Airsoft e Paintball.

A resposta não demorou para sair, “claro foi mexer com vespa…”, jogadores de Airsoft e Paintball se uniram e estão montando uma petição que já contava com mais de 3.000 assinaturas logo nos primeiros minutos, onde pedem a revisão destas políticas da ferramenta alegando o esporte e que são réplicas controladas.

Outros usuários não demoraram e criaram grupos onde o termo “armas” foi trocado por “marcador” ou “réplicas”, sem usar alguns dos termos que estão sendo rastreados pelo Facebook, como:

◾Rifles
◾Shotguns
◾Machineguns
◾Handguns
◾Pistols
◾Revolvers
◾Firearm receivers
◾Antique guns
◾Black powder firearms
◾Muzzle-loading firearms
◾BB guns
◾Airsoft guns
◾Air guns
◾Air rifles
◾Paintball markers
◾Firearm replicas
◾Non-functioning firearms
◾Curios and relics
◾Destructive devices such as bombs, grenades, rockets, missiles or mines

Entramos em contato com o Facebook Brasil para sabermos se estas mudanças chegarão logo para o Brasil e como seria feito este controle. Assim que tivermos o retorno avisaremos nossos leitores.

Então, como você acha que o esporte seria impactado no Brasil caso esta onda venha para cá?

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Informe o Código para Comentar *