Evento de Airsoft Irá Captar Recursos ao Instituto do Câncer do RS

0
4660

Diferentes equipes em todo o país se uniram para a realização da Operação Vida, destinada a reunir recursos para o Centro de Pesquisa Laboratorial do Instituto do Câncer Infantil, localizado no Rio Grande do Sul – RS.

O evento será realizado no dia 03 de julho de 2016, simultaneamente em diferentes Estados, dentre eles: Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Sergipe, com o enredo baseado na aclamada obra cinematográfica Lágrimas do Sol, lançado em 2003, dirigido por Antoine Fuqua.

Sobre o evento a revista Airsoft Action Magazine entrevistou um dos líderes e idealizadores do projeto no Estado do Rio de Janeiro, Anderson Fragoso, sócio da loja RF Airsoft e membro da equipe Strike Back Airsoft Team – SBAT.

Imagem 1

Inicialmente, em nome da revista Airsoft Action Magazine gostaríamos de parabenizar os idealizadores do evento e agradecer por nos dar a oportunidade de saber um pouco mais sobre o projeto, através desta entrevista:

1)      O que levou a criação da Operação Vida?

(Anderson Fragoso)  Obrigado Guilherme, pelo convite. A RF Airsoft vem através de mim e do meu sócio Rodrigo Tadeu, realizando jogos no Rio de Janeiro de alta qualidade prezando o Fair Play entre os operadores, são jogos somente para convidados e graças a Deus são sempre um sucesso. O comandante da equipe SBAT veio a nós com a ideia de fazer esse jogo beneficente que será realizado em vários estados do Brasil, então abraçamos esse ideia e iremos com apoio da SBAT realizar esse eventos em pró do Instituto do Câncer Infantil no Rio Grande do Sul – RS

2)      O que deve fazer o atleta que tem interesse em participar da Operação Vida?

(Anderson Fragoso)  Bem infelizmente no Rio de Janeiro temos muitos operadores que não seguem a política do Fair Play (HighLanders), por este motivos só será possível participar através de convite, portanto a página do jogo não será aberta.

3)      Sabemos que no cenário esportivo ainda existe muita resistência e pouco investimento público para o airsoft. Em sua opinião, o que poderia ser feito para mudar?

(Anderson Fragoso) Acho que as leis hoje dificultam muito a vida do operador. Um exemplo são as armas de pressão a gás, hoje para tirar o CR a burocracia é excessiva, isso facilita o mercado de aegs adquiridas irregularmente. Mais fiscalização das autoridades competentes e menos burocracia fariam com que os operadores ilegais que abastecem esse mercado diminuísse.

4)      Na sua opinião, qual a importância dos eventos beneficentes para o esporte e a sociedade?

(Anderson Fragoso) Acho que o airsoft é um esporte caro, e vamos praticar o esporte para nos divertir, desestressar e encontrar amigos, mas hoje existem pessoas que querem transformar isso em negócio, fazendo jogos caros e revertendo os valores para o próprio bolsos.

Abrir uma empresa e pagar seus impostos para venda de peças e equipamentos é justificado, mas ganhar sem pagar nada e se aproveitar de jogos para isso acho muito errado, por isso nós da RF sempre revertemos os valores para ajuda a instituições e institutos de caridade, isso é uma forma de ajudar ao próximo e tentar fazer uma sociedade mais justa.

5)      E para finalizar: O que podemos esperar da Operação Vida? Já está prevista alguma continuação para os próximos anos?

(Anderson Fragoso) Um Briefing muito bem elaborado pelo nosso amigo Rodrigo Odim, um game dinâmico e com muitos confrontos é o que esperamos dessa operação. Estamos estudando a possibilidade de fazer uma grande operação como esta todos os anos, acho que quanto mais melhor, pois ajudar a quem necessita nunca é demais. Iremos também esse ano fazer a operação Mão Amiga 3 e tenho certeza que as instituições irão se beneficiar com isso.

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Informe o Código para Comentar *